A semana

O pastor e a cascavel


Gilvio Heck é pastor evangélico da Igreja Família de Deus. Está jejuando há dois meses. Motivo: quer que a cidade paranaense de Cascavel mude de nome e passe a se chamar Jerusalém do Paraná. Nascido em Passo Fundo (Rio Grande do Sul) Heck chegou a Cascavel em 1996. Diz que justamente por não ter nascido nessa cidade ele percebe melhor as "influências negativas da cobra" em seus 300 mil habitantes. E lembra passagens da Bíblia (Apocalipse) para justificar o seu objetivo: "Ele agarrou o dragão, a antiga serpente que é o diabo (…) Acorrentou o dragão por mil anos, e o jogou dentro do abismo ( …)." Para o prefeito de Cascavel, Salazar Barreiros, "a cobra é um animal como outro qualquer e até traz sorte para a cidadel".

ISTOÉ – Por que mudar o nome?
Heck – A serpente é um símbolo

Veja também
+ Mãe de Eliza Samudio diz que Bruno não paga pensão e que filho do goleiro se sente culpado pelo crime
+ Atriz pornô é encontrada morta nos EUA
+ Influenciadora mexicana é assassinada em encontro falso
+ Baleia 'engole' pescador nos EUA e depois o cospe vivo
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Faustão é internado em hospital de SP
+ Após processar nora, mãe de Medina a acusa de ter destruído sua casa; veja fotos
+ Conheça a eficácia de cada vacina no combate à Covid-19
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Fondue de chocolate com frutas fácil de fazer
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Sucuris gigantes são flagradas em expedições de fotógrafos no MS