Economia & Negócios

Capital Aberto

Capital Aberto

Empenho baiano
A Bahia ateou fogo na disputada negociação entre o governador gaúcho Olívio Dutra (PT) e as montadoras GM e Ford. Na semana passada, publicou anúncio nos principais jornais, convidando as duas empresas a se instalarem em solo baiano. Além da jogada de marketing que provocou protestos na cúpula do governo gaúcho, a Bahia conta com uma vantagem adicional na oferta de incentivos fiscais. O regime automotivo concede vantagens às montadoras que se instalarem nos Estados do Nordeste, Norte e Centro-Oeste. "Além disso, as boas condições financeiras permitem ao Estado cobrir parte dos financiamentos", diz o consultor Márcio Pires, responsável pela atração de dezenas de empresas para o Estado. Vale lembrar que duas indústrias de brinquedos de Itaquaquecetuba (SP) – Baby Brink e Rosita – assinaram acordos para abrir fábricas na Bahia. Trata-se de um investimento de R$ 15 milhões, que propiciará o nascimento de um pólo industrial de brinquedos no Nordeste.

 

Compromisso de recompra
O grupo Caoa está distribuindo certificados de recompra para quem comprar um carro japonês Subaru. Paga ao cliente, a partir de seis meses até um ano, pelo carro usado o mesmo valor em dólar do dia da compra. A concessionária tolera pequenos amassados ou riscos nos modelos, em troca do valor integral do veículo. Se o consumidor quiser devolver depois de dois anos, também recebe todo o dinheiro, mas precisa levar outro carro novo.

 B Ô N U S
Vendo Navios A navegação vai de mal a pior. Em 1998, o setor amargou prejuízo de US$ 500 milhões. O frete de café para os EUA, que em 1994 era de US$ 1,9 mil, vale pouco mais de US$ 1 mil.

Propina A Justiça argentina está pondo a IBM na parede. Vai unificar as ações que investigam o superfaturamento de US$ 90 milhões na venda de computadores ao Banco Nación.