Tecnologia & Meio ambiente

Viva Bem

Viva Bem

Casal feliz
Para manter um casamento feliz e harmonioso a mulher precisa evitar uma discussão em que se ponha em prova a capacidade profissional do marido. De
acordo com uma pesquisa realizada com 60 casais na Universidade de Utah, Estados Unidos, esse é o único motivo capaz de aumentar a pressão sanguínea e a frequência cardíaca dos homens. Ao contrário das mulheres que se exaltam mais facilmente, em qualquer discussão.

Gene da gordura
Cientistas americanos anunciaram na semana passada ter descoberto em ratos o primeiro gene que suprime a obesidade e regula a queima de calorias. Essa pode ser a chave para o desenvolvimento de uma droga para manter as pessoas em forma. Na verdade, esse é o sexto gene relacionado com a obesidade, mas, de acordo com os pesquisadores, é o primeiro que age no metabolismo e consegue gastar energia. Eles submeteram dois grupos de ratos a testes com alimentos gordurosos. Aqueles com uma mutação nesse gene não ganharam peso enquanto que os normais engordaram.

Chocolate vicia
Quem come pelo menos uma barra de chocolate por dia pode ser um viciado. De acordo com pesquisadores finlandeses, os chocólatras podem ser comparados aos viciados em álcool e drogas. Eles apresentam os mesmos tipos de sintoma diante do objeto desejado, como ansiedade, culpa e frustração. Os finlandeses ainda não conseguiram explicar o que desencadeia essa dependência.

Novas bulas
O vice-presidente americano, Al Gore, anunciou novas regras para a Food and Drug Administration, órgão que libera alimentos e medicamentos. Ele quer letras maiores e mais clareza nas informações contidas nas bulas dos remédios, pois as letras minúsculas e os termos complicados são um dos grandes problemas encontrados pelos consumidores. "Quando uma criança adoece no meio da noite, os pais precisam de um dicionário para ler as instruções", diz Gore.

Alerta da pele
Quem já teve câncer de pele deve redobrar os cuidados para não ser vítima de um outro tipo de tumor. Um estudo publicado no Jornal da Associação Médica Americana revelou que aqueles que tiveram câncer dermatológico estão 25% a 30% mais propensos a desenvolver um outro câncer até 12 anos depois de se terem curado. Acredita-se que o tumor de pele aumente a suscetibilidade geral do organismo a novos episódios da doença.

POR CARLA GULLO

Veja também

+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Cirurgia íntima: quanto custa e como funciona
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel