Gente

Intelectual enfeitiçado

O escritor peruano Mario Vargas Llosa gostou tanto do desfile das escolas de samba do Rio que no próximo ano quer pisar a avenida fantasiado

O escritor peruano Mario Vargas Llosa gostou tanto do desfile das escolas de samba do Rio que no próximo ano quer pisar a avenida fantasiado. "Saio em qualquer escola que me aceite", dizia humildemente. Animadíssimo, ele arriscava passinhos no camarote da Prefeitura do Rio. Llosa ficou impressionado com a disciplina e a organização do espetáculo, que considera único no mundo. "É uma explosão de alegria que rompe as barreiras sociais", filosofou.