Comportamento

DATAS

Datas

O herdeiro de Hussein
O rei Hussein, da Jordânia, anunciou na segunda-feira 25 que seu filho mais velho o príncipe Abdullah, 37 anos, será seu sucessor. Militar, filho de inglesa e casado com a princesa palestina Rania, Abdullah não tem nem o mesmo carisma, nem a mesma destreza política do pai. Estudou na Inglaterra e nos Estados Unidos e em 1993 assumiu o comando das Forças Especiais na Jordânia. Logo após a cerimônia na capital Amã, Hussein, 63 anos, embarcou às pressas para os EUA, onde realiza há seis meses quimioterapia contra seu câncer linfático. Hussein descartou o irmão Hassan como herdeiro, apesar de ele estar sendo preparado para assumir o trono há 34 anos. O rei discordou de suas atitudes políticas no período em que esteve fora. A sucessão de Hussein não é só importante para a Jordânia, mas também para todo o Oriente Médio. Ele é um dos grandes articuladores do processo de paz e defende a criação de um Estado palestino.

 

MORREU Gonzalo Torrente Ballester, escritor, dramaturgo e catedrático espanhol, aos 88 anos. Ballester era considerado um dos grandes nomes da literatura comtemporânea. Entre suas obras mais famosas estão a trilogia Los Gozos y las Sombras e Fragmentos de Apocalipse. Em Salamanca, Espanha, na quarta-feira 27, de ataque cardíaco.

OPERADO Artur Antunes Coimbra, o Zico. O ex-jogador submeteu-se à uma artroscopia para sanar lesões do menisco do joelho direito. Zico recebeu a visita do técnico Telê Santana. Em Belo Horizonte, na terça-feira 26.

INTERNADO o ministro da Previdência, Waldeck Ornélas, na UTI do Hospital Santa Luzia, com úlcera duodenal decorrente de stress. Em Brasília, na sexta-feira 29.

CONCEDIDO pelo presidente do STF, Celso de Mello, habeas corpus ao cacique Paulinho Paiakan e a sua mulher, Irekran. Com o habeas corpus fica suspenso o mandado de prisão contra Paiakan e Irekran, acusados de estuprar a estudante Sílivia Ferreira, condenados a seis anos de prisão e que aguardam outro julgamento em liberdade. Em Brasília, na terça-feira 26.

DEMITIU-SE do cargo de presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), Juan Antonio Samaranch. Segundo O Periódico da Catalunha, o abandono da presidência por Samaranch deve-se aos escândalos envolvendo o COI. Em Barcelona, Espanha, na sexta-feira 20.

 

O novato da Fifa
Paulo César de Oliveira, paulista, foi indicado na terça-feira 26 para ser juiz da Fifa. Com apenas 25 anos, ele torna-se o mais jovem juiz internacional. Paulo César ainda surpreende pela carreira relâmpago: cinco anos de profissão. Seus primeiros apitos de juiz foram em jogos de times amadores em Cruzeiro, no interior de São Paulo e a primeira partida no Maracanã foi uma disputa entre o Vasco e o Flamengo em 97. E como todo juiz de futebol, seu grande sonho é apitar na Copa.