Gente

Xô baixo-astral

Depois de caminhar 600 quilômetros, entre o Oiapoque e Macapá, baixou o espírito-faxineiro no senador Gilvan Borges (PMDB-AP), 40 anos

Depois de caminhar 600 quilômetros, entre o Oiapoque e Macapá, baixou o espírito-faxineiro no senador Gilvan Borges (PMDB-AP), 40 anos. Munido de ramos de pinhão roxo e capim santo ele "exorcizou" os salões do Senado em Brasília. "Tinha muita energia negativa aqui", explicou. Os maus fluidos, segundo disse, tinham origem nas visitas dos fantasmas de colegas mortos nos últimos quatro anos. "Eles se reúnem aqui. Ajudam a nos inspirar, mas também conspiram e deixam o ar carregado", interpretou Borges. Sua próxima empreitada esotérica será trilhar o caminho de Santiago de Compostela, na Espanha, em março.