Tecnologia & Meio ambiente

Século 21

Século 21

Ciberprancheta

Chegaram os subnotebooks. Menores e mais baratos que os PCs portáteis que custam acima de US$ 1.500 (nos EUA), ainda assim têm dimensões, desempenho e preço superiores aos dos Palm Tops, os computadores de mão. É o caso do HP Jornada e do Vadem Clio, que custam US$ 999 e operam com Windows CE Pro, versão do Windows para equipamentos portáteis. Entre as duas máquinas, a que mais impressiona pelo design é o Clio. Seu monitor é móvel e vira uma simpática prancheta que reconhece a escrita do usuário. Segundo a revista americana PC World, estes subnotebooks nada deixam a dever aos caros laptops. O único problema é que, por usarem Win CE, não aceitam programas para Win 95 e 98. Quem emprega o editor de texto Word e a planilha de cálculo Excel, da Microsoft, achará produtos para a nova versão. Já quem utiliza o concorrente Lotus Notes, da IBM, ficam de mãos abanando.

Padrão assumido

A Silicon Graphics faz as mais poderosas (e caras) estações de trabalho gráfico. Foram elas que deram vida aos personagens de Toy Story e Vida de inseto. Apesar disso, a empresa corria o risco do isolamanto num nicho de mercado, como ocorreu com a Apple. É que seus produtos não eram baseados nos chips Intel rodando Windows, um padrão mundial. Não mais. A Silicon lançou a linha Visual Workstation com Pentium II Xeon e sistema Windows NT. O modelo mais simples custa nos EUA US$ 3.395. No Brasil, sai por US$ 7.129, que é pouco se comparado aos produtos tradicionais da empresa. O mais barato custa US$ 13 mil.

E S P A Ç O
Nave que levita

Um método de propulsão espacial em teste no Centro Marshall de Vôo Espacial da Nasa, no Estado do Alabama, é o lançamento por levitação magnética, tecnologia usada nos trens de altíssima velocidade em desenvolvimento no Japão. A idéia é construir uma rampa repleta de ímãs para acelerar uma nave espacial em direção às alturas a 1.000 km/h. Uma vez no ar, o piloto aciona os motores. Para checar a tecnologia, os engenheiros do Marshall querem montar uma rampa de 1.500 metros. Ficará pronta em 2001 e lançará protótipos de até 18 toneladas.

B I T S

 

MIAMI É a sede da nova fábrica da Tropcom, fabricante nacional de PCs que quer vender a turistas brasileiros máquinas baratíssimas (US$ 499), baseadas no chip AMD K6 II de 200 MHz.

 

FIASCO Segundo a Embratel, só 0,3% dos internautas brasileiros cruzaram o mouse na quarta-feira 13, dia da greve contra os preços dos provedores. No dia 15, quem protestou foram os internautas gregos.

 

PENTIUM III É o nome do Katmai, chip da Intel projetado para rodar acima de 500 MHz e que será lançado até março. Já o Merced, nova geração que substituirá o Pentium, só em 2000.