Notícia

Estudantes da Flórida lançam livro sobre sua luta contra venda de armas

David e Lauren Hogg, dois dos estudantes da Flórida que empreenderam uma campanha contra a venda livre de armas nos Estados Unidos, lançarão um livro sobre o ativismo nascido após o ataque a tiros em sua escola em Parkland, anunciou a editora.

O livro terá o título “#NeverAgain, a new generation draws the line” (#NuncaMais, uma nova geração impõe o limite) e será lançado em inglês em 5 de junho deste ano, informou a Penguin Random House.

David Hogg, de 18 anos, e sua irmã Lauren, de 14, sobreviveram ao ataque de 14 de fevereiro à escola Marjory Stoneman Douglas, em que Nikolas Cruz (19) matou 17 pessoas e feriu outras 17 com um fuzil de assalto AR-15 comprado legalmente.

Após o ataque, os Hogg, junto com um grupo de colegas da escola, iniciaram o movimento #NeverAgain (Nunca Mais), que deu uma sacudida ao até então adormecido debate sobre a venda de armas em um país onde sua posse é um direito garantido pela constituição.

“Com força moral e clareza, uma nova geração deixou claro que está em suas mãos resolver problemas antes considerados insolúveis devido a poderosos lobbies e covardia política”, disse a editora em um comunicado na quarta-feira.


+ Advogada é morta e tem corpo carbonizado no Rio de Janeiro
+ Morre Liliane Amorim, influencer de Juazeiro do Norte, após complicações da realização de lipoaspiração

David Hogg escreveu no Twitter que ele e sua irmã usarão “o dinheiro do livro para ajudar a curar a comunidade” após o ataque.

O jovem, que aspira a ser jornalista, estava escondido em um armário durante o massacre, quando seu instinto o levou a filmar entrevistas a outros estudantes com que se escondia. Desde então, tem sido um dos protagonistas do movimento contra as armas.

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ 7 tendências de design de interiores que vão bombar em 2021
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel