Mundo

Ataque deixa milhares de pessoas sem luz na fronteira Colômbia-Equador

Cerca de 300.000 pessoas se encontram às escuras na tumultuada fronteira da Colômbia com o Equador, por causa de um atentado atribuído nesta quinta-feira pelo exército à guerrilha do ELN.

O ataque, que atingiu uma torre de energia, deixou sem eletricidade cinco municípios do departamento de Nariño, incluindo Tumaco, epicentro de uma operação militar contra guerrilheiros que se distanciaram do processo de paz com as Farc.

Segundo o comandante das Forças Militares de Colômbia, general Alberto Mejía, o atentado foi mesmo obra do Exército de Libertação Nacional (ELN), grupo rebelde que atualmente dialoga com o governo de Bogotá.

dl-vel/llu/cn

Veja também

+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ 10 coisas que os pais fazem em público que envergonham os filhos
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Veja os carros mais vendidos em outubro
+ Baleia jubarte quase engole duas mulheres em caiaque; veja o vídeo
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel