Notícia

Pentágono contrata Lockheed Martin para construir míssil hipersônico

O Pentágono se lançou oficialmente na corrida hipersônica ao contratar o fabricante Lockheed Martin para desenvolver o primeiro míssil americano capaz de voar a uma velocidade cinco vezes maior que a do som.

Na quarta-feira, o Pentágono anunciou que assinara com a Lockheed Martin um contrato de até 928 milhões de dólares por um período indefinido para a concepção, desenvolvimento e testes de um míssil hipersônico ar-superfície.

O novo chefe de pesquisa e desenvolvimento do Pentágono, Michael Griffin, havia apontado na terça-feira que os mísseis hipersônicos são agora a prioridade número um do Departamento de Defesa americano.

“Na minha opinião, o avanço mais significativo de nossos adversários tem sido o desenvolvimento pela China do que é hoje um sistema muito avançado de ataques convencionais com um alcance de vários milhares de quilômetros”, disse ele durante uma audiência no Congresso.

Pequim acaba de anunciar que seus cientistas estão construindo um túnel de vento super potente com o objetivo de construir aviões e mísseis capazes de voar a mais de 12.000 km/h, ou seja, 10 vezes a velocidade do som.

+ Consulado chinês nos EUA é fechado e provoca nova crise
+ As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil

Por outro lado, em março passado, o presidente russo Vladimir Putin se vangloriou das capacidades militares “invencíveis” do país, hipersônicas ou submarinas, mostrando uma síntese de imagem de novas armas ‘high tech’.

sl/tm/llu

/mr

LOCKHEED MARTIN

Veja também

+ Lívia Andrade posa de fio dental

+ Google permite ver animais em 3D com realidade aumentada

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?