FBI coloca líder mexicano do narcotráfico na lista dos mais procurados


Rafael Caro Quintero, um conhecido líder mexicano do narcotráfico, foi incluído nesta quinta-feira na lista dos dez mais procurados pelo FBI, a polícia federal americana, que oferece 20 milhões de dólares por informações que levem a sua captura.

A promotoria de Nova York denunciou Caro Quintero, 63 anos e um dos fundadores do cartel de Guadalajara, pelo assassinato do agente do DEA Enrique “Kiki” Camarena, nesta cidade mexicana em fevereiro de 1985, e pelo envio de toneladas de drogas aos Estados Unidos ao longo dos últimos 30 anos.

“O DEA jamais esquecerá” o assassinato de Camarena, disse o agente especial encarregado do caso, James Hunt. A acusação “envia uma mensagem ao Cartel de que o tempo não importa em nossos esforços para deter o tráfico de drogas e a violência ligada a ele”.

Esta é a primeira vez que um fugitivo do DEA integra a lista dos dez mais procurados pelo FBI.

Caro Quintero foi detido na Costa Rica em 1985, após o assassinato de Camarena, e acabou condenado a 40 anos de prisão no México, mas em agosto de 2013 um juiz determinou a sua libertação por vícios no processo.

Saiba mais
+ Mãe de Medina compara Yasmin Brunet a ‘atriz pornô’ e colunista divulga conversa
+ Chamada de atriz pornô, Yasmin Brunet irá processar mãe de Gabriel Medina
+ Mulher divide marido com mãe e irmã mais nova: ‘Quando não estou no clima’
+ Em pose sexy, Cleo Pires afirma: "Amando essa minha bunda grande"
+ Médicos encontram pedaço de cimento em coração de paciente durante cirurgia
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Passageira agride e arranca dois dentes de aeromoça
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio