Edição nº2595 19/09 Ver edições anteriores

SOCIEDADE

Talvez a artista contemporânea brasileira de maior prestígio no mundo, a carioca Adriana Varejão teve seu nome recusado para sócia do Country Club do Rio de Janeiro.

SOCIEDADE
Golpe baixo
Talvez a artista contemporânea brasileira de maior prestígio no mundo, a carioca Adriana Varejão teve seu nome recusado para sócia do Country Club do Rio de Janeiro. Como dizia o colunista Ibrahim Sued, ali se reúnem alguns dos falidos mais esnobes do País. A estes só restou o anônimo prazer de implodir propostas de candidatos com “bolas pretas” jamais justificadas.

COLECIONADORES
Tiro na história
Chiadeira entre os amantes de armas antigas. O Comando do Exército relacionou todo armamento obsoleto em seus depósitos e vai destruí-lo. Na lista estão raridades como o fuzil 7 mm M926 Brojouka, feito na velha Tchecoslováquia, em 1926. Diretor da Associação Brasileira de Colecionadores de Armas, Leonardo Arruda lamenta o fim dos leilões que as Forças Armadas faziam permitindo que particulares preservassem peças-símbolo da indústria bélica.

TRANSPORTES
Efeito PAC
Maior empresa de transporte interestadual do país, com 1.900 ônibus a mineira Viação Gontijo teve alta de 2% no volume de passageiros, de janeiro a maio. O boom na área de serviços, em especial na da construção civil, foi o que incrementou as vendas de passagens.

MERCADO
Grande irmão
O Banco do Brasil mudará nesta terça-feira 16 sua participação nas seguradoras das quais é sócio. Em todas elas – Brasil Saúde, Brasil Veículos, Aliança, Brasil Prev e Brasil Cap –, o plano é aumentar a fatia acionária da estatal. Os sócios privados terão que ceder parte de seus papéis se quiserem continuar no negócio. Quem não topar, dança.

FISCO
Leão manso
O Conselho de Contribuintes da União acaba de melhorar o ano da Vale. Livrou-a de uma autuação de R$ 230 milhões do Imposto de Renda, por tributos relativos a operações no Exterior. São raras as decisões do órgão favoráveis aos contribuintes. Mas, desta vez, deu-se um tsunami de simpatias: até os representantes da Receita Federal votaram a favor da mineradora.

 MERCADO
Alvo infantil
Quarto faturamento do setor, a paulista Bioleve abrirá nova frente no mercado de águas minerais. Lançará a marca Biokids, voltada para o público infantil. O layout da garrafa, o rótulo e a propaganda buscarão consumidores fiéis aos refrigerantes. Os pais ajudarão, acredita a empresa.

ESPORTE
Reforço
Há quatro anos atuando no Exterior, Giba está prestes a voltar ao Brasil. O atacante que joga no Iskra Odintsovo, da Rússia, recebeu excelente proposta para atuar no time masculino que o clube paulista Pinheiros vem montando. Sua estreia aconteceria na Super Liga que começa em outubro. Até lá o clube poderá também anunciar o nome do meio-de-rede Rodrigão, que deixou a equipe italiana Macerata, no mês passado.

NATUREZA
O que resta
Divulgada a cada quatro anos, vem aí a nova lista de espécies da flora brasileira ameaçadas de extinção. Nas últimas três, o número saltou de 108 para 472. Incumbidos pelo Ministério do Meio Ambiente de elaborar a próxima edição, técnicos do Jardim Botânico do Rio de Janeiro suspeitam que o ritmo da tragédia não mudou.

 

JUSTIÇA
Meio a meio
O Conselho Superior do Ministério Público Federal (MPF) decidirá, este mês, o destino das ações civis abertas por procuradores contra o Comando do Exército, no caso que envolve os ex-sargentos Lacy Marinho e Fernando Figueiredo, que assumiram viver uma relação homossexual. O corregedor do MPF, Wallace de Oliveira, concordou com o Exército que o caso deva ser julgado na Justiça Militar, cabendo à Defensoria Pública agir em prol da dupla. Mas o colegiado está rachado.

OAB
Porta fechada
O Conselho Federal da OAB negou apoio ao italiano Cesare Battisti, que solicitara da entidade manifestação contra sua extradição. O pedido contava com a simpatia do presidente da Ordem, Cezar Britto, mas os conselheiros não abraçaram a causa.

MERCADO
Em campo
O Credit Suisse First Boston, pelo lado da Perdigão, e o Banco Rothschild, representando a Sadia, validarão as trocas de ações entre acionistas das duas empresas na constituição do capital da Brasilian Foods. O trabalho de ambas as instituições terá início na segundafeira 15. Duas grandes bancas igualmente participarão da estruturação societária, sendo uma delas a França e Nunes Pereira Advogados, de São Paulo.

STF
Ainda não
Recuperando-se de cirurgia a que se submeteu no Hospital Samaritano no Rio de Janeiro, o ministro Carlos Alberto Direito vai renovar seu pedido de licença médica no Supremo Tribunal Federal. O prazo inicial termina no sábado 20. Ele ficará afastado das sessões por mais 30 dias.

TRÂNSITO
Cresce o cerco
O Ministério da Justiça receberá 900 bafômetros. E mais da metade destes equipamentos será repassada às polícias rodoviárias estaduais e aos Detrans, para flagrar motoristas que insistem em dirigir após consumir bebidas alcoólicas. São Paulo terá a maior cota no rateio, recebendo 250 aparelhos.

GOVERNO
Entre eles
Se Dilma Rousseff vencer a corrida presidencial no ano que vem, Paulo Bernardo tem tudo para continuar no governo. Em reuniões de trabalho, em Brasília, volta e meia a pré-candidata do PT chama seu colega do Planejamento de “Paulo Ternura”.

LIQUIDAÇÕES
Longa espera
Dona do Papatudo, do qual Xuxa foi garota-propaganda, a Interunion depositou no Banco do Brasil, no Rio, R$ 1,24 milhão para resgatar títulos de capitalização de sua emissão. Serão beneficiados poupadores que tinham até R$ 1 mil aplicados em 24 de dezembro de 1998, quando o grupo sofreu intervenção federal. São mais de dez mil pessoas. Caberá à Superintendência de Seguros Privados (Susep), agora, definir quando e como a operação será feita.

 


Mais posts

Ver mais

Copyright © 2019 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.