ISTOÉ Gente

18º casamento de Gretchen terá 100 convidados em meio à pandemia

Crédito: Reprodução/ Instagram

Gretchen não vai esperar a pandemia do novo coronavírus acabar para subir ao altar pela 18º vez. Segundo o portal Yahoo, a cantora irá oficializar a união com o saxofonista Esdras de Souza no dia 30 de setembro, em Belém do Pará, com direito a cem convidados.

+ SP deve receber cinco milhões de doses de vacina chinesa em outubro, diz Doria

A IstoÉ Gente entrou em contato com a assessoria de imprensa da artista que conformou a informação e deu mais detalhes da cerimônia.

Veja também:
Gusttavo Lima diz ter medo de contrair o novo coronavírus: “99% da minha equipe pegou”
Filho de Joana Prado ganha bolsa de estudo e ela comemora: “Não vou precisar pagar”

“Sim, são 100 convidados. E em relação ao distanciamento social, os produtores de Belém do Pará estão tomando todos os cuidados em relação à isso com medidores de temperatura, máscaras serão distribuídas  no local e todas as mesas terão álcool gel”, disse a equipe de Gretchen, destacando a preocupação dela com a saúde de todos.

Veja também

+Após ficar internada, mulher descobre traição da mãe com seu marido: ‘Agora estão casados’

+ Por decisão judicial, Ciro Gomes tem imóvel penhorado em processo com Collor

+ Jovem é suspeita de matar namorado com agulha de narguilé durante briga por pastel

+ Baleia jubarte consegue escapar de rio cheio de crocodilos na Austrália

+ MasterChef: mesmo desempregado, campeão decide doar prêmio

+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

+ 12 razões que podem fazer você menstruar duas vezes no mês

+ Arqueólogo leva 36 anos para montar maquete precisa da Roma Antiga

+ Senado aprova alterações no Código de Trânsito Brasileiro

+ Por que não consigo emagrecer? 7 possíveis razões

+ O que é pior para o seu corpo: açúcar ou sal?

+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

+ Educar é mais importante do que colecionar

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea