A semana

Dinheiro na mão

O ministro dos Portos, José Leônidas, garantiu a empresários que o Porto de Santos não sofrerá contenção de gastos: “Nos próximos anos, o índice de cargas será triplicado. Temos de trabalhar para que o crescimento tenha estrutura”. Quem ouviu gostou.