A semana

Falta de vergonha

Em audiência na Câmara, o ministro da Educação, Fernando Haddad, admitiu que falta dinheiro para o setor e para o salário dos professores. Mas fez o possível para tirar das costas do governo a responsabilidade pela má qualidade do ensino. Disse que algumas prefeituras investem até 40% do orçamento em educação, mas a maioria não faz o mesmo por pura falta de interesse.