Em Cartaz

O Jardim de Leonardo

Com apenas 28 anos e três peças encenadas, o diretor e dramaturgo Leonardo Moreira é a grande revelação do teatro paulista

O Jardim de Leonardo

CARTAZ-05-IE-2170.jpg

Com apenas 28 anos e três peças encenadas, o diretor e dramaturgo Leonardo Moreira é a grande revelação do teatro paulista. Ele acaba de vencer o Prêmio Shell de melhor autor e dá nova prova de ousadia com o espetáculo “O Jardim” (Sesc Belenzinho, São Paulo, até 3/7), encenado com o grupo Hiato. Na engenhosa montagem, três histórias acontecem simultaneamente (a plateia acompanha cada uma delas dependendo do lugar na arena): duas irmãs cuidam de um senhor com Alzheimer, um casal está a ponto de se separar e uma mulher tenta preservar a memória de sua família. A estrutura fractal tem referências em Marcel Proust, Anton Tchecov e no “cinema da memória” de Alain Resnais.