A semana

O caso Joanna Maranhão

O caso Joanna Maranhão

A nadadora Joanna Maranhão, medalha de bronze nos dois últimos Pan-Americanos, veio a público para, em suas palavras, alertar os pais que têm filhas em escolas ou clubes de natação – segundo ela, eventualmente pode ocorrer abuso sexual das alunas. Joanna diz que, aos nove anos, era abusada por seu técnico, dentro da piscina. “Minha mãe só soube no ano passado. O medo de cair na piscina vinha daí. Era lá que os abusos aconteciam, foi traumatizante”, diz ela, que hoje tem 20 anos. A mãe da nadadora, Teresinha Maranhão, acusa o professor de educação física Eugênio Miranda – ele nega veementemente as acusações. Segundo o coordenador de natação da escola em que Eugênio trabalhava, há quatro anos Joanna compareceu a uma homenagem e chegou a abraçar o ex-técnico. O advogado de Miranda declarou que processará Teresinha.