100 mil mortos pelo resfriadinho

100 mil mortos pelo resfriadinho

Funcionário com traje de proteção escava túmulo de vítima de coronavírus no cemitério do Caju, no Rio de Janeiro, em 28 de maio de 2020 - AFP

Essa sexta-feira ficará marcada – e manchada! – como o dia em que, oficialmente, o Brasil chegará a 100 mil mortos pela Covid-19. Enquanto isso, o presidente da República continua sua cruzada em favor da cloroquina, assunto que nem as emas do Alvorada querem mais saber.

+ SP deve receber cinco milhões de doses de vacina chinesa em outubro, diz Doria

No Brasil de Bolsonaro, falta ministro da Saúde e sobram militares no governo; falta anestésico nos hospitais, mas chove cloroquina; faltam respiradores, mas pipocam acordos nas altas cortes de Justiça. Os brasileiros morrem sufocados e o grande líder diz “e daí?” ou simplesmente “vamos tocar a vida”.

Há dois meses morrem mais de mil pessoas por dia no País. São mais de mil famílias devastadas a cada 24 horas, e sem prazo para o pesadelo terminar. O Brasil, que se acostumou com 60 mil assassinatos por ano, não liga para mais nada e, ao que tudo indica, seu presidente está em sintonia com esse sentimento, ou melhor, com a ausência de.

Mentindo, como sempre, Bolsonaro disse que “há governadores que insistem em manter tudo fechado”. Desafio que nos diga qual! Nenhum estado do Brasil fechou tudo. Aliás, todos os estados não fecharam quase nada, daí o descontrole da pandemia por aqui. Escolhemos o pior dos caminhos: nem, nem. Nem abrimos, nem fechamos.

E o que fez o governo federal nestes quase seis meses? O que fez o presidente, além de mentir, causar aglomerações, não usar máscaras, propagandear remédio sem eficácia comprovada, demitir ministros e tentar romper com a democracia? Cinicamente diz que foi impedido pelo STF. Outra mentira!

Jair Bolsonaro entrará para a história como um patético negacionista, como uma espécie de psicopata. Será lembrado como um bobo que mostrava caixinha de remédio para militantes e aves. Um presidente que jamais demonstrou compaixão pelos doentes e enlutados. Uma lástima de ser humano.

Nesta triste sexta-feira, deixo meus sinceros sentimentos e total solidariedade a todos que sofrem as terríveis consequências desta maldita doença. Que Deus lhes conforte o coração e fortaleça o espírito. Amém.

Veja também

+Cidadania divulga calendário de pagamentos da extensão do auxílio emergencial

+MasterChef: competidora lava louça durante prova do 12º episódio’

+ Veja mudanças após decisão do STF sobre IPVA

+ 12 razões que podem fazer você menstruar duas vezes no mês

+ Arqueólogo leva 36 anos para montar maquete precisa da Roma Antiga

+ Jovem é suspeita de matar namorado com agulha de narguilé durante briga por pastel

+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

+ Por que não consigo emagrecer? 7 possíveis razões

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

+ Educar é mais importante do que colecionar

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea


Mais posts

Ver mais

Copyright © 2020 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.