Edição nº2488 18.08 Ver edições anteriores

Um mês de POIN & Circo

A Pequena Orquestra Interativa e o Projeto Triskle: música das Bálcãs e brincadeiras com o público (Foto: Gal Oppido)
A Pequena Orquestra Interativa e o Projeto Triskle: música das Bálcãs e brincadeiras com o público (Foto: Gal Oppido)

Formada por sete músicos que tocam violão, acordeon, flauta, violino, sousafone (uma espécie de tuba) e percussão, a Pequena Orquestra Interativa (POIN) é um trabalho paralelo dos integrantes da Cia. Cabelo de Maria e tem como principal característica se misturar com o público durante suas apresentações, quase sempre na rua. Seu som combina valsas, música dos Bálcãs e influência cigana, ritmos que ajudam a envolver a plateia de maneira lúdica, com os músicos propondo brincadeiras que exploram a afinação, a coordenação motora e a memória. Pois essa divertida interação irá alcançar novos patamares a partir do meio-dia do sábado 14, quando começa a temporada POIN & Circo, no Sesc Pompéia, em São Paulo. A cada final de semana, até 19 de fevereiro, a Pequena Orquestra Interativa receberá artistas e companhias circenses para espetáculos inusitados. O primeiro convidado é o espanhol Jesus Fornies, especialista em malabares. Depois virão a Cia. Solas de Vento, as Gêmeas Dias, o Projeto Triskle, o Grupo Parlapatões e a Cia. do Relativo.

O projeto POIN & Circo inaugura as comemorações dos 10 anos da Cia. Cabelo de Maria, criada em 2007 por Renata Mattar e Gustavo Finkler com a proposta de compartilhar a pesquisa musical feita por Renata em seus mais de 10 anos de viagens pelo Brasil registrando músicas da tradição popular, como os cantos de trabalho das comunidades rurais brasileiras. Conheça o trabalho da Cia. Cabelo de Maria na playlist “Sons da Semana”, na coluna à esquerda desta página, e assista ao vídeo de uma apresentação da POIN no Sesc Pompeia clicando na imagem abaixo.


Mais posts

Ver mais

Copyright © 2017 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicações Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.