Esportes

Uefa nega punição a Manchester City e PSG após infrações em fair play financeiro

A Uefa anunciou nesta sexta-feira que vai isentar o Manchester City, o Paris Saint-Germain e o Dínamo de Zagreb de punições apesar de infrações cometidas por estes clubes na esfera do fair play financeiro, no ano de 2014.

Os três times estarão livres de multas e outras sanções porque a Uefa considerou que os clubes se adequaram às regras fair play financeiro, ao longo de 2016, ao limitarem seus gastos com salários e transferências de jogadores.

Com a decisão da Uefa, tanto o Manchester City quanto o PSG vão perder somente 20 milhões de euros (cerca de R$ 67 milhões) nas premiações da Liga dos Campeões, ao invés de sofrerem uma perda máxima de 60 milhões de euros (R$ 203 milhões) que havia sido indicada pela própria Uefa.

Segundo a entidade, a Roma, o Fenerbahce e o Monaco, semifinalista da Liga dos Campeões, se adequaram rapidamente às regras do fair play financeiro nesta temporada. Mas continuarão a ser monitorados. Já a Inter de Milão, o Besiktas e o Trabzonspor infringiram algumas das regras na temporada e sofrerão punições, ainda não anunciadas.