Comportamento

Tinder VIP

Aplicativo de relacionamentos cria versão exclusiva para artistas, celebridades, CEOs e pessoas consideradas bonitas

Tinder VIP

AGREGA Os usuários são escolhidos pela própria plataforma por meio de um algoritmo que calcula o nível de desejo de cada perfil

Em 2015, quando o aplicativo de relacionamentos Tinder verificou e confirmou o perfil oficial do ator Caio Castro na plataforma, as fãs entraram em alvoroço. Imagine, então, um app de paqueras apenas com celebridades como o artista global bonitão? Ele já existe, mas ainda não chegou ao Brasil e também restringe o acesso das pessoas. Há pelo menos seis meses, o Tinder começou a operar em uma versão exclusiva apenas para celebridades, modelos, pessoas muito bonitas e até CEOs. Chamado de Tinder Select, a própria empresa convidou os primeiros usuários a cadastrarem seus perfis. Segundo publicou o site TechCrunch, que revelou a novidade, uma pessoa que vinha usando o formato vip disse que ele “é para celebridades e pessoas que fazem muito bem ao Tinder.”

Aparentemente, funciona assim: as pessoas que foram convidadas pela plataforma podem trazer novos usuários, que, apesar de fazerem parte do seleto grupo, não ganham autonomia para convidar novos perfis. A ideia é que apenas os selecionados exclusivos pela equipe do Tinder possam escolher quem serão os novos participantes, fazendo com que o app seja ainda mais seletivo. Ainda não se sabe qual o critério de avaliação do Tinder para encontrar os candidatos, mas, geralmente, são muito atraentes e com alto poder aquisitivo.

Uma das explicações encontradas por especialistas é de que o algoritmo “Tinder Elo”, como é chamado internamente, do aplicativo calcula o nível de desejo de cada usuário com base em milhares de sinais. Por enquanto, apenas as pessoas que moram nos Estados Unidos têm acesso ao Tinder Select e tudo indica que o app não irá anunciar o serviço tão cedo.

OUTROS APPS EXCLUSIVOS
Essa não é a primeira vez que um aplicativo de paquera tenta atrair um grupo seleto de perfis. O Raya é um aplicativo para encontrar parceiros usado apenas por celebridades com alto grau de influência. Por algum tempo chegou até a ser secreto. Assim como no novo Tinder, o algoritmo do app combina seguidores do Instagram com amigos em comum de quem já possui uma conta e oferece convites e uma seleção manual que avalia o grau de beleza do candidato. Famosos como Cara Delevingne, Ruby Rose, Joe Jonas, Kelly Osbourne, John Cusack, Matthew Perry e Sharon Stone já tiveram um perfil ativo no Raya. O Tinder não quis se pronunciar sobre o assunto.

EM NÚMEROS
Confira as estatísticas de um dos maiores aplicativos de relacionamento do mundo

42% dos usuários são mulheres

58% são homens

26 milhões é o número de combinações por dia

7 milhões desses “matches” acontecem no Brasil

O Brasil tem 7% a mais de combinações do que a média global

O Rio de Janeiro tem 15% a mais de combinações do que a média global

Pessoas sorrindo na foto principal recebem 20% a mais de curtidas