Esportes

Sem rivais, Florentino Peréz é confirmado para novo mandato de 4 anos no Real

O Real Madrid confirmou oficialmente nesta segunda-feira que Florentino Pérez seguirá como presidente do clube por pelo menos mais quatro anos. Nenhum candidato apresentou candidatura até o vencimento do prazo estipulado para enfrentar o poderoso dirigente em uma possível eleição interna e, com isso, ele será proclamado para mais um mandato à frente do time que acaba de conquistar mais um título da Liga dos Campeões da Europa.

O clube confirmou que Florentino será declarado oficialmente presidente por mais quatro anos em um ato de proclamação marcado para acontecer já nesta segunda, no palco de honra do estádio Santiago Bernabéu, após o prazo para apresentação de candidaturas ter se encerrado no final da noite do último domingo.

Desta forma, foi descartada a abertura de um processo de eleição dentro do Real, que em 2013 já havia reeleito Florentino para um mandato de quatro anos por meio de um ato de proclamação, pois ele também foi candidato único para o cargo naquela ocasião.

Agora com 70 anos de idade, Pérez assumiu pela primeira vez o Real como presidente em 2000, aos 53, e ficou no cargo até 2006. E, três anos depois, reassumiu o posto para não sair mais dele, totalizando assim 14 temporadas à frente do clube.

Em sua gestão, o empresário transformou o Real em uma das multinacionais mais ricas do esporte, depois de ter criado uma grande fortuna no ramo da construção civil como dono de uma empreiteira que se tornou uma das maiores do mundo. No caso, a Actividades de Contruccion y Servicio (ACS).

O seu poder no Real se acentuou ainda mais em 2012, quando foi aprovada uma reforma nos estatutos do clube que dificultou ainda mais as possibilidades de um dirigente enfrentar Florentino em uma eleição à presidência. Entre as exigências dos estatutos foi incluída a de que um candidato precisa ser sócio do clube há pelo menos 20 anos, assim como conseguir provar que tem condições de arcar com parte do orçamento do clube apresentando como garantia o seu patrimônio pessoal.

Famoso pelas contratações multimilionárias de grandes estrelas do futebol ao longo de suas gestões no Real, Florentino também se fortaleceu ainda mais no cargo com a recente série de títulos na Liga dos Campeões, que o time conquistou em nada menos do que em três das últimas quatro temporadas, ampliando para 12 troféus o seu recorde como maior vencedor da história da maior competição de clubes da Europa.