Geral

Santa Maria teve disputa mais acirrada do país com diferença de 226 votos

A disputa mais acirrada no segundo turno das eleições municipais de 2016 ocorreu em Santa Maria, município da região central do Rio Grande do Sul. O candidato Jorge Pozzobom (PSDB) foi eleito com 50,08% dos votos — uma diferença de apenas 226 votos para o adversário, Valdeci Oliveira (PT), que foi escolhido por 49,92% dos eleitores.

Pozzobom começou a apuração dos votos com uma folga maior em relação a Oliveira e manteve uma diferença de cerca de 2 mil votos durante a maior parte do tempo.

No entanto, quando faltavam menos de 10% das urnas a serem apuradas no município, o petista diminuiu a diferença e chegou a ficar a apenas 108 votos atrás do tucano. A apuração dos últimos votos garantiu a vitória ao candidato Pozzobom, que obteve 73.003 votos. Oliveira teve 72.777.

As eleições de 2016 foram históricas para Santa Maria, que viveu pela primeira vez uma disputa de segundo turno entre candidatos a prefeito. Até o último pleito municipal, em 2012, a cidade gaúcha ainda não havia ultrapassado o número mínimo de 200 mil eleitores necessários para ter segundo turno.

Outras disputas

Além de Santa Maria, outros dois municípios tiveram disputas que encerraram com menos de 1% de diferença entre os dois candidatos: Florianópolis e Guarujá.

Na capital catarinense, Gean Loureiro (PMDB) foi eleito com 50,26% dos votos válidos, contra 49,74% da adversária Angela Amin (PP). No Guarujá, no interior paulista, Dr. Valter Suman (PSB) obteve 50,84% dos votos, enquanto a candidata Haifa Madi (PPS) conquistou 49,16% do eleitorado.