Edição nº2479 15.06 Ver edições anteriores

Recuo de presidente Temer em reforma trabalhista causa perplexidade

O presidente brasileiro Michel Temer participa de café da manhã com a mídia no Palácio da Alvorada em Brasília, no dia 22 de dezembro de 2016 - AFP

Perplexidade no recuo


Causou perplexidade, até mesmo entre auxiliares do governo, o recuo do presidente Michel Temer na medida provisória da mini-reforma trabalhista, diante da pressão das centrais sindicais. “Faltou coragem e ousadia. O governo ficou com medo. É um dandi titubiante na escuridão”, diz um intelocutor. O passo atrás e a decisão de seguir o pacote na forma de Projeto de Lei ocorreu em questão de horas. Também foi abortada uma outra medida provisória complementar nas flexibilizações das relações de trabalho, prevista para janeiro. “O empresariado se decepcionou”, admitiu outro interlocutor.

 

 


Mais posts

Ver mais