Esportes

Queda para Itália não abala confiança de Bruninho no título da Copa dos Campeões

O capitão da seleção brasileira de vôlei, Bruninho, não acredita que a derrota para a Itália, nesta quarta-feira, pela segunda rodada da Copa dos Campeões, disputada no Japão, vai atrapalhar a busca pelo título da competição. O levantador se baseou na trajetória do selecionado nacional na conquista da edição anterior do torneio para demonstrar confiança.

“Temos que pensar para frente, conseguimos um ponto, em 2013 fomos campeões perdendo uma partida também (para a Rússia, por 3 sets a 2). Então, ninguém vai desistir de nada agora. Vamos para Osaka para tentar três vitórias e nos mantermos na briga pelo título”, projetou o levantador Bruninho em entrevista após a partida, lembrando que, no vôlei, o time vencedor de uma partida definida no tie-break soma dois pontos e o perdedor, um.

Bruninho também elogiou o desempenho do time italiano, adversário na conquista do ouro olímpico, no Rio-2016, na vitória por 3 sets a 2 sobre o Brasil(15/25, 27/25, 27/25, 18/25 e 15/12), obtida em cerca de duas horas de partida.

“Parabenizamos a equipe italiana pela vitória. Eles vieram com uma tática muito clara de jogo, que foi forçar o saque. Chegaram quase que para o tudo ou nada neste fundamento e tiveram sucesso. Nos sets que venceram, quebraram muito a nossa recepção, fizeram pontos de saque e isso acabou determinando o placar do jogo”, analisou o capitão brasileiro.

O próximo adversário do Brasil na competição – que é disputada no sistema de pontos corridos – será a seleção iraniana, na sexta-feira, às 0h40 (horário de Brasília). No sábado, os brasileiros enfrentarão os Estados Unidos, no mesmo horário. No domingo, a seleção nacional terá pela frente o Japão, às 6h15.

Após o encerramento da segunda rodada, a classificação da Copa do Campeões está bastante embolada, com o Irã sendo a única equipe invicta, com quatro pontos. Com um triunfo, Brasil e Estados Unidos também somam quatro, enquanto França e Itália estão com três. O Japão, derrotado duas vezes, ainda não pontuou.

Na temporada de 2017, a seleção brasileira masculina de vôlei já foi campeã do Campeonato Sul-Americano (vencendo a Venezuela na final) e conquistou a medalha de medalha de prata na Liga Mundial (derrota para a França na decisão).