Finanças

Petróleo opera em queda firme, com realização de lucros e dólar forte

Os contratos futuros de petróleo operam em forte queda, em meio à realização de lucros recentes e o fortalecimento do dólar no mercado mundial.

Às 8h43 (de Brasília), o barril do Brent para setembro recuava 2,62%, cotado a US$ 46,85, na Intercontinental Exchange (ICE). O contrato do WTI com vencimento em agosto cedia 2,66%, para US$ 44,31 por barril, na New York Mercantile Exchange (Nymex).

A realização de lucros do petróleo ocorre dias depois dos fortes recuo nos estoques dos Estados Unidos na última semana, conforme relatado ontem pelo Departamento de Energia (DoE, na sigla em inglês) e anteontem pelo American Petroleum Institute (API, uma associação de refinarias).

Há também o entendimento de que o quadro ainda é de desequilíbrio entre oferta e demanda, mesmo com a redução da quantidade estocada recentemente.

“O rali após os dados do API e do Doe talvez tenha ido longe demais”, escreveu, em nota, o estrategista em commodities do IBG Bank Warren Patterson.

Os participantes do mercado também esperam com grande expectativa os números de poços e plataformas de petróleo da Baker Hughes, que saem às 14h.

Outro fator que causa a queda dos contratos de petróleo é o fortalecimento do dólar no mercado mundial. A moeda americana sobe, na expectativa dos dados do relatório de emprego dos Estados Unidos(payroll), que é publicado às 9h30. Fonte: Dow Jones Newswires.