Economia

Petróleo fecha com forte alta em Nova York, a 52,25 dólares o barril

O preço do petróleo subiu fortemente na quarta-feira e se recuperou parcialmente de um mal começo de semana, sem que os observadores encontrem explicações para essas variações.

O preço do barril de “light sweet crude” (WTI), subiu 1,43 dólar, a 52,25 dólares, no contrato para entrega em fevereiro no New York Mercantile Exchange (Nymex), depois de cair mais de três dólares no total durante as duas sessões anteriores.

Em Londres, o preço do barril de Brent do mar do Norte, que caiu no início da semana, se recuperou 1,46 dólar, a 55,10 dólares no contrato para entrega em março no Intercontinental Exchange (ICE).

“Trata-se de uma sessão realmente desconcertante”, reconheceu Mike Lynch, da Strategic Energy & Economic Research.

“Na verdade não vi nada nas notícias que possa ofuscar os dados ruins das reservas dos Estados Unidos”, acrescentou.

As reservas de petróleo aumentaram significativamente nos Estados Unidos na semana passada, superando as expectativas, segundo dados publicados nesta quarta-feira pelo Departamento de Energia (DoE).

Durante a semana terminada em 6 de janeiro, as reservas comerciais de petróleo subiram 4,1 milhões de barris (mdb), a 483,1 milhões, enquanto a média das previsões dos analistas era de 1,5 milhão mdb.