Economia

PDG apresenta prejuízo de R$ 276 milhões no 1º trimestre

A incorporadora PDG Realty, que está em recuperação judicial, teve prejuízo líquido de R$ 276 milhões no primeiro trimestre de 2017, valor 32,8% menor do que no mesmo período de 2016, quando chegou a R$ 410 milhões, de acordo com dados publicados nesta segunda-feira, 15, em seu balanço.

O resultado negativo provém de um mix de fatores, como queda acentuada nas vendas de imóveis, forte incidência de distratos, perda de margem devido à concessão de descontos e paralisação de obras, além de pesadas dívidas com juros da dívida.

O Ebitda (lucro antes dos juros, impostos, depreciação e amortização) ficou negativo em R$ 87,4 milhões no primeiro trimestre, um recuo de 44% em relação ao Ebitda negativo de R$ 156,3 milhões anotado entre janeiro e março de 2016.

A receita operacional líquida totalizou R$ 118 milhões, uma baixa de 15,7%. Já o resultado financeiro ficou negativo em R$ 175,1 milhões, o que representa uma despesa 8% menor.