Edição nº2480 23.06 Ver edições anteriores

Nova fase

O aniversário de 33 anos celebra um momento de grandes mudanças para a atriz Letícia Lima. Depois de meses de silêncio, ela assumiu seu relacionamento com a cantora Ana Carolina, 42 anos. E agora o casal comemora o romance nas redes sociais. No aniversário de Ana, Letícia postou um poema. Na quarta-feira 14 foi a vez de a artista enaltecer a amada (postando a foto acima): “Ela é única. Guarda seu olhar mais encantador para as surpresas da vida. Consegue dobrar pessoas ao meio, às vezes em quatro. Diz palavras lindas e amorosas. Usa uma aliança feita com fio de ouro que retirei do meu coração”, disse Ana, que quer ter filhos com a atriz.

No divã

CESAR ALVES

A atriz Maria Fernanda Cândido voltou em grande estilo às novelas. No ar como a socialite Joyce em “A Força do Querer”, a artista diz que sua personagem é muito mais complexa do que parece. “Está sendo maravilhosa a oportunidade de mergulhar no mundo dessa mulher e perceber como ela lida com o choque entre o mundo real e os antigos valores que ela carrega.” Na trama, Joyce é traída pelo marido, Eugênio (Dan Stulbach), e tem uma filha trans, Ivana, interpretada por Carol Duarte. “Ela é uma mulher tradicional, com parâmetros antigos e cheia de conflitos”, diz Maria Fernanda, que acredita que as novelas também têm o papel de fazer as pessoas refletirem. “Além de entreter, a dramaturgia pode fazer com que as pessoas reflitam sobre si mesmas. Essa é justamente a beleza do nosso trabalho.”

O arrependimento é cinza

A cineasta Sam Taylor-Johnson se arrependeu de ter dirigido o mega sucesso dos cinemas “50 Tons de Cinza” (2015), inspirado na franquia de E. L. James – com que ela teve desentendimentos. A diretora expôs seu descontentamento com a produção em entrevista ao Sunday Times of London. “Jamais voltarei a assistir a esse filme, não tenho literalmente nenhum interesse”, disse Sam. “Se eu tivesse a oportunidade de passar por tudo aquilo outra vez, eu ficaria maluca. “

Múltiplo

SerendipityInc

Não é preciso ser muito observador para perceber o quanto Marcus Majella é hiperativo. Pois agora ele está satisfeito, gravando a quinta temporada de “Vai que Cola” (Multishow) e em cartaz, no Oi Casa Grande, no Rio de Janeiro, com a peça “Desesperados”. Com os atores Pablo Sanábio e Pedroca Monteiro, eles interpretam mais de 40 personagens, todos padecendo do mesmo problema: solidão e carência. “Falamos sobre esses temas, mas de uma forma leve e bem-humorada. São diversas situações no palco que eu acredito que o público vá se identificar. Se não aconteceu com você, aconteceu com alguém próximo”, diz Majella.

Padrão Tatá

Guito Moreto

Sucesso com seu “Lady Night”, no Multishow, Tatá Werneck disse que sofreu muitas críticas por sua aparência quando estreou em “Amor à Vida” (2013). “Quando entrei na Globo, fui muito criticada nas redes sociais. A Ísis Valverde tinha feito uma periguete na novela anterior e todo mundo falava: “a Globo quer que a gente engula essa menina com dentes de cavalo?” Mas a atriz disse não ter se incomodado. “O que me deixou feliz é que consegui conquistar um espaço, fazer comercial de cabelo e ser capa de revista sem mudar a minha identidade”, disse Tatá, escalada para a novela “Deus Salve o Rei”.

Mais um recorde

Anadolu Agency

O astro pop Justin Bieber não para de bater recordes. Agora ele colocou duas músicas entre os Top 3 das paradas norte-americanas durante 13 semanas. Com isso, superou uma marca que era dos Beatles. As canções são Despacito (Luis Fonsi e Daddy Yankee) e I’m The One (DJ Khaled). O grupo de Liverpool se manteve por 12 semanas com pelo menos duas músicas entre as mais tocadas entre 1964 e 1969. Mas vale lembrar que o canadense agora está creditado como “participação especial”.

Cozinha solidária

David Hertz

Pela segunda vez consecutiva, o chef brasileiro David Hertz é um dos dez finalistas do Basque Culinary World Prize 2017, um prêmio criado no País Basco (ESP) para reconhecer chefs com iniciativas transformadoras que impactem de forma positiva a indústria alimentar. Há 11 anos, David criou a Gastromotiva, iniciativa que capacita jovens em situação de risco e os insere no mercado de trabalho. Hoje o projeto está em três cidades do Brasil e em uma no México. Os chefs finalistas se reunirão na Cidade do México em 18 de julho para conhecer o resultado.


Mais posts

Ver mais

Copyright © 2017 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicações Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.