Esportes

Motorista diz que Hayden apareceu ‘de repente’

BOLONHA, 19 MAI (ANSA) – O homem que atropelou o campeão de MotoGP Nicky Hayden em Misano Adriatico, na Itália, disse a pessoas próximas que o piloto norte-americano apareceu “de repente”.   

Recluso em sua casa desde o dia do acidente, na última quarta-feira (17), o motorista, um operário de 30 anos, continua em estado de choque, segundo relato do jornal “il Resto del Carlino”.”Eu estava indo para o trabalho, depois ele apareceu de repente e atravessou o cruzamento”, contou, de acordo com o diário.   

O homem dirigia um veículo da marca Peugeot e atingiu Hayden, que vinha de bicicleta de uma estrada secundária, em cheio. O teste do bafômetro deu negativo, e a Polícia não tomou nenhuma providência contra o motorista.   

O último boletim médico do norte-americano diz que seu estado de saúde continua “extremamente grave”. O piloto está internado na unidade de terapia intensiva (UTI) do Hospital Bufalini, em Cesena, com lesões no abdômen e no crânio.   

Atualmente, Hayden disputa o campeonato da Superbike pela equipe Red Bull Honda. Na MotoGP, principal categoria do motociclismo, ele correu entre 2003 e 2016 e conquistou três vitórias, 28 pódios e um título mundial, em 2006.   

Atropelamentos de ciclistas são frequentes na Itália, um dos países mais tradicionais nesse esporte. O último caso havia acontecido em 22 de abril, quando Michele Scarponi, campeão do Giro d’Italia em 2011, foi atingido por um caminhão de pequeno porte enquanto treinava para a edição 2017 da prova. (ANSA)