Mundo

Morre mais uma pessoa ferida em ataque em São Petersburgo

MOSCOU, 21 ABR (ANSA) – Uma mulher de 57 anos que havia sido gravemente ferida no atentado contra o metrô de São Petersburgo, segunda maior cidade da Rússia, faleceu no hospital na manhã desta sexta-feira (21) e aumentou para 15 o número de inocentes mortos no ataque.   

O anúncio foi feito pela vice-governadora da metrópole, Anna Mitianina, que disse que a paciente estava em “condições críticas” desde o dia da explosão, em 3 de abril. O autor do atentado foi identificado como Akbarzhon Jalilov, um jovem de 22 anos nascido na ex-república soviética do Quirguistão.   

Segundo a polícia, o quirguiz deixou uma mochila com explosivos na estação Ploschad Vosstaniya, que não foi detonada. Em seguida, embarcou no terceiro vagão de um trem e acionou uma bomba entre as paradas Sennaya Ploshchad e Tekhnologichesky Institut. Jalilov também morreu no atentado.   

Há suspeitas de que o terrorista tenha sido treinado por jihadistas na Síria, cumprindo um trajeto bastante comum entre muçulmanos da Ásia Central, na fronteira com a Rússia. (ANSA)