Esportes

Montella quer ‘atitude diferente’ do Milan na Liga Europa após goleada para Lazio

Depois de duas vitórias em dois jogos nas duas primeiras rodadas do Campeonato Italiano, o Milan experimentou um amargo “choque de realidade” no último domingo, quando foi goleado pela Lazio por 4 a 1, fora de casa, na terceira jornada da competição nacional. O resultado foi um balde de água fria na empolgação dos seus torcedores, que agora esperam uma reação da equipe no jogo de estreia da Liga Europa, nesta quinta, contra o Áustria Viena, na capital austríaca.

Ao projetar o confronto nesta quarta, o técnico Vincenzo Montella cobrou uma “atitude diferente” dos seus jogadores, que também tentarão justificar o alto investimento feito pelo clube em contratações para esta temporada.

Em baixa no cenário europeu nos últimos anos, o clube tenta retomar a condição de gigante dentro de campo depois que passou a ser controlado por empresários chineses que estão injetando muitos milhões de euros e adquiriram o time. Este é apenas o início de uma nova gestão que encerrou a longa era em que a equipe foi gerida durante décadas por Silvio Berlusconi, ex-premiê italiano e ex-presidente milanês.

“Eu não me importo com as críticas (recebidas após a derrota para a Lazio). Isso é parte do trabalho da mídia. Entretanto, não vamos repetir o que aconteceu no domingo em Roma. Estou esperando uma atitude diferente e mais personalidade”, afirmou Montella, em entrevista coletiva concedida em Viena.

O comandante admitiu que, contra a Lazio, “alguns jogadores não jogaram tão bem como nas primeiras partidas (deste Campeonato Italiano)”, mas o treinador enfatizou que a sua equipe ganhou seis dos sete duelos que realizou até aqui nesta temporada europeia – além dos dois triunfos na competição nacional, o time acumulou quatro vitórias em quatro partidas válidas por playoffs qualificatórios para o estágio de grupos da Liga Europa.

“Na verdade espero que continuemos assim. Um aproveitamento de seis vitórias em sete jogos parece bom para mim. Isso iria assegurar uma segunda posição na liga (italiana)”, completou Montella, sorrindo, adotando um tom de brincadeira ao “projetar” este posto na tabela como meta.

Para voltar a ser protagonista no Velho Continente, o Milan se reforçou para esta temporada europeia com vários jogadores. Chegaram o zagueiro Bonucci (ex-Juventus), os meio-campistas Ricardo Rodriguez (ex-Wolfsburg), Franck Kessie e Andrea Conti (ambos ex-Atalanta), Hakan Calhanoglu (ex-Bayer Leverkusen) e Lucas Biglia (ex-Lazio); além dos atacantes Andre Silva (ex-Porto) e Nikola Kalinic (ex-Fiorentina).

O Milan joga esta Liga Europa após amargar três anos seguidos sem disputar uma competição continental. Sete vezes vencedor da Liga dos Campeões, o tradicional clube entrará em campo às 14 horas (de Brasília) desta quinta-feira, na Áustria, em uma das partidas que abrirão o Grupo D da Liga Europa.