Comportamento

Manifestação em Barcelona contra a independência

Manifestação em Barcelona contra a independência

Manifestantes durante protesto convocado pela Sociedade Civil Catalã, em Barcelona, em 19 de março de 2017 - AFP

Milhares de pessoas participaram neste domingo em Barcelona de uma manifestação contra o “golpe separatista” na Catalunha, uma região do nordeste da Espanha, constatou um jornalista da AFP.

Segundo a Prefeitura de Barcelona, 6.500 pessoas participaram deste protesto que saiu da Praça Urquinaona e terminou em frente ao Palau de la Generalitat, sede do governo regional comandado pelo independentista Carles Puigdemont. Segundo os manifestantes, havia 15.000 pessoas.

Trata-se da primeira manifestação convocada em Barcelona pela Sociedade Civil Catalã (SCC), uma plataforma cidadã contra a independência.

“Não quero a independência, sou espanhola, nasci em Burgos e vim para Barcelona em busca de trabalho há 30 anos”, contou à AFP Gloria Chicote, uma enfermeira de 60 anos.

Os manifestantes, entre cantos e bandeiras da Espanha e da Catalunha, pediram às autoridades catalães, ao governo e aos partidos independentista que ponham fim a sua “deriva nacionalista”.

Entre os manifestantes também estavam representantes do Partido Popular (PP), de Mariano Rajoy, que tenta uma “operação de diálogo” para impedir o crescente afastamento de uma parte dos catalães.

“A batalha não está completamente perdida”, declarou à AFP o presidente da SCC, Mariano Goma Otero. “É reversível, mas Madri tem que ser muito mais presente na Catalunha”, afirmou em referência aos investimentos em infraestruturas, em particular ferroviárias, além de estimular mais a cultura e o idioma catalão.