Comportamento

‘Garçonetes-robôs’ viram sensação em pizzaria no Paquistão

‘Garçonetes-robôs’ viram sensação em pizzaria no Paquistão

Robôs servem os clientes em pizzaria em Multan, em 4 de julho de 2017 - AFP

Três “garçonetes-robôs” de uma elegante pizzaria em Multan, uma cidade conservadora no centro do Paquistão mais conhecida por seus túmulos sufis do que por sua vida noturna, estão causando furor entre os clientes.

“É um novo tipo de serviço. É moderno”, elogia Hamid Bashir, cliente da casa, enquanto uma das “garçonetes” – um robô branco com pequenas telas nos olhos e um bonito lenço no pescoço – se aproxima.

“Gostamos. É divertido para as crianças”, completa.

As garçonetes foram criadas pelo proprietário da Pizza.com, o jovem engenheiro Osama Jafari. Segundo ele, a invenção aumentou a clientela.

Formado na National University of Science and Technology, uma conhecida universidade de Islamabad, Jafari explica que, depois de descobrir os vídeos dos “garçons-robôs” na China, decidiu construir um protótipo, com o apoio dos pais.

“A reação foi incrível. As pessoas adoram”, comemora o dono do primeiro restaurante no país a oferecer esse tipo de atendimento robotizado.

O custo do projeto foi de 600.000 rúpias (cerca de 5.500 dólares).

Jafari já prepara a próxima geração de robôs, para que sejam mais interativos e respondam as perguntas dos clientes. Os novos “funcionários” serão levados para outro restaurante da família, um pouco mais ao sul, em Hyderabad.