Esportes

Firmino marca, perde pênalti e Liverpool cede empate ao Sevilla em casa

O Liverpool tropeçou em casa na estreia no Grupo E da Liga dos Campeões da Europa, nesta quarta-feira, ao empatar em 2 a 2 com o Sevilla. O brasileiro Roberto Firmino foi um dos destaques da partida. No primeiro tempo, ele marcou um dos gols da equipe inglesa e perdeu um pênalti que determinaria a virada no placar naquele instante. Já Philippe Coutinho entrou apenas nos minutos finais da partida.

Mas a igualdade no outro confronto da chave, entre Maribor e Spartak Moscou (1 a 1), na Eslovênia, deixou os quatro clubes com o mesmo número de pontos na rodada inicial da principal competição europeia. Na próxima rodada, o time russo receberá o Liverpool, enquanto o Maribor irá à Espanha para enfrentar o Sevilla. Ambos os jogos estão marcados para o dia 26 deste mês.

No Anfield Road, em Liverpool, o time mandante começou a partida pressionando o Sevilla com boas trocas de bola entre o egípcio Mohamed Salah e o senegalês Sadio Mané. Mas a defesa da equipe mandante vacilou e sofreu o gol inaugural aos 4 minutos de jogo. O zagueiro Lovren furou e a bola sobrou na pequena área para o francês Ben Yedder, que apenas empurrou para as redes.

Após o susto, o Liverpool retomou o domínio do jogo e criou inúmeras chances. Uma delas aos 10 minutos, quando Firmino cabeceou firme em cobrança de escanteio. A bola raspou a trave do goleiro Sergio Rico, que já havia salvado em um chute cruzado de Mané, um minuto antes. E o brasileiro empataria a partida aos 20 minutos, desviando um cruzamento rasteiro vindo do lado esquerdo do ataque inglês.

Depois do empate, o time inglês seguiu sufocando o Sevilla em seu campo de defesa e teve outra grande oportunidade com Emre Can, que recebeu passe de Mané e bateu cruzado, mas a bola saiu pela linha de fundo.

A consistência do ataque da equipe inglesa surtiu efeito. Aos 36 minutos, Salah arriscou de fora da área após recuperar a bola no meio-campo. A bola desviou na zaga espanhola e enganou o goleiro Sergio Rico: 2 a 1. O Liverpool ainda perdeu a chance de ampliar o placar em um pênalti cometido pelo zagueiro Pareja, que colocou a mão na bola. Firmino foi para a cobrança, mas acertou a trave de Rico.

O goleiro espanhol ainda salvaria a sua equipe no último lance do primeiro tempo, ao defender um chute cruzado do lateral-direito Moreno, após passe de Roberto Firmino.

Na segunda etapa, o time da casa manteve a pressão nos espanhóis do Sevilla, cuja missão ficou ainda mais difícil com a expulsão do zagueiro Eduardo Berizzo, logo aos 4 minutos. Salah e Mané continuavam se entendendo bem no ataque inglês e criando ótimas chances de gol.

Porém, o Sevilla surpreendeu em uma pontada aos 27 minutos, quando o meia-atacante argentino Joaquín Correa foi acionado na entrada da área, dominou e bateu no alto, sem dar chance para o goleiro alemão Loris Karius, do Liverpool: 2 a 2.

Pouco depois do empate espanhol, o treinador do clube inglês, Jürgen Klopp, decidiu colocar em campo o meia brasileiro Philippe Coutinho, que voltou a ser relacionado, mas havia iniciado a partida no banco de reservas.

No entanto, o segundo gol marcado pelo Sevilla parece ter afetado a equipe mandante, que não conseguiu manter o mesmo ritmo imposto até então.

NA ESLOVÊNIA – Em jogo equilibrado, com chances para as duas equipes, Maribor e Spartak Moscou também empataram – em 1 a 1 – na outra partida do Grupo E da Liga dos Campeões, nesta quarta, na cidade de Maribor, na Eslovênia.

O Spartak abriu o placar aos 14 minutos do segundo tempo com Aleksandr Samedov, que aproveitou o rebote do goleiro Handanovic depois de um chute de fora da área do volante brasileiro Fernando, ex-Grêmio e Sampdoria.

O mesmo Fernando ainda perderia uma grande oportunidade para ampliar o placar, após tabelar com atacante brasileiro Luiz Adriano e chegar sozinho diante do goleiro adversário, mas chutar para fora.

As várias chances de gol desperdiçadas pelo Spartak fizeram falta no final. Aos 40 minutos, Damjan Bohar ajeitou da entrada da área, limpou a zaga russa e tocou no canto alto esquerdo do goleiro Rebrov para arrancar o empate e levar a torcida local ao delírio.

A partida teve uma breve interrupção devido a um sinalizador náutico, disparado de um setor onde estava a torcida do Spartak, que quase atingiu o árbitro alemão Deniz Aytekin. O episódio deverá ser analisado pelas autoridades locais e integrantes da Uefa e deve render punição aos dois times.