A semana

Enem em alta ajuda a conter os cortes

Os 9,2 milhões de estudantes que se inscreveram no Exame Nacional do Ensino Médio contribuíram para a decisão do governo de manter os recursos para os principais programas do Ministério da Educação. No início da semana passada, o governo havia informado que suspenderia novas vagas no Pronatec, do Programa Universidade para Todos (ProUni) e do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), como parte das medidas de contingenciamento previstas para a pasta. Após virem à tona os números do Enem, o ministro Mendonça Filho declarou que há condições de manter a ampliação de vagas dos programas a partir de junho.

> 9,42% foi aumento nas inscrições para o exame, que será aplicado nos dias 5 e 6 de novembro. Trata-se do segundo maior da série histórica, atrás apenas do observado em 2014, quando 9,4 milhões de estudantes se submeteram ao teste