Brasil

Em depoimento, Lula ataca Palocci e nega qualquer crime

SÃO PAULO, 13 SET (ANSA) – O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou em depoimento nesta quarta-feira (13), ao juiz Sergio Moro, que o ex-ministro de seus governo Antonio Palocci mentiu ao falar em “pacto de sangue” com a Odebrecht.   

“Eu tenho lidado com muita paciência. Eu vi o depoimento do Palocci, não respondi nada, não falei nada. Muita gente achou que ia chegar com muita raiva do Palocci. Eu acho que o Palocci tá preso há mais de um ano, tem o direito de ser livre, tem o direito de querer ficar com o pouco do dinheiro que ele ganhou fazendo palestra, ele tem família”, disse ao juiz.   

Segundo Lula, no entanto, “o que não pode é se você não quer assumir a tua responsabilidade pelos fatos ilícitos que você fez, não jogue em cima dos outros”. Em outro momento, ele afirmou que o ex-ministro, preso após condenação de 12 anos, é “frio, calculista e simulador”.   

Na semana passada, Palocci falou em “pacto de sangue” entre o PT e a Odebrecht, que teria pago mais de R$ 300 milhões em propinas. (ANSA)