Esportes

Corinthians treina com Arana e Rodriguinho de volta, mas Pablo segue fora do time

Após empatar por 2 a 2 com o Atlético-PR em duelo realizado no último sábado à noite, no Itaquerão, o Corinthians voltou aos treinos na manhã desta segunda-feira, no CT Joaquim Grava, e teve como principal novidade a presença de Guilherme Arana e Rodriguinho em uma atividade com bola que contou com a participação de jogadores que não foram titulares neste último confronto válido pela 14ª rodada do Campeonato Brasileirão.

O lateral-esquerdo e o meio-campista ficaram foram da partida de sábado por terem levado o terceiro cartão amarelo na vitória por 2 a 0 sobre o Palmeiras, na última quarta-feira, no Allianz Parque, e agora retornarão ao time titular contra o Avaí, nesta quarta, na Ressacada, em Florianópolis, às 21 horas, pela próxima rodada do Brasileirão.

O técnico Fábio Carille, porém, não pôde contar no treino com bola desta segunda-feira com a presença do zagueiro Pablo, que sofreu uma contratura na coxa direita no clássico diante dos palmeirenses e também desfalcou a equipe corintiana contra o Atlético-PR.

O defensor deu continuidade ao tratamento de sua lesão e a tendência é a de que só retorne ao time corintiano na partida do próximo domingo, contra o Fluminense, às 16 horas, no Maracanã, pela 16ª rodada da competição nacional.

Assim, Arana e Rodriguinho deverão retornar ao time titular nos lugares que foram respectivamente preenchidos no último sábado por Moisés e Marquinhos Gabriel, enquanto Pedro Henrique poderá ser mantido na vaga aberta por Pablo. Com isso, o Corinthians deve ir a campo nesta quarta-feira com Cássio; Fagner, Balbuena, Pedro Henrique e Guilherme Arana; Gabriel, Maycon, Rodriguinho, Jadson, e Romero; Jô.

Ao projetar a partida diante do Avaí, o volante Maycon admitiu nesta segunda-feira, em entrevista coletiva, que o Corinthians possui “uma diferença muito boa” de vantagem sobre o vice-líder Grêmio, agora oito pontos atrás da equipe paulista. Entretanto, ele enfatizou que não adianta ficar fazendo contas e que o mais importante é se preocupar apenas em buscar a vitória dentro de campo nesta quarta.

“O discurso é o mesmo do começo do ano, de que todo jogo é uma final, são os mesmos três pontos, não importa se é contra o vice-líder ou o último colocado. A gente não procura fazer matemática agora, não. Vamos manter o foco e tentar fazer o nosso papel”, projetou Maycon, que nesta segunda realizou um trabalho físico nas dependências internas do CT Joaquim Grava junto com os outros jogadores que também foram titulares no confronto com o Atlético-PR.

O Corinthians fará na tarde desta terça-feira, às 15h30, no CT Joaquim Grava, o último treino antes de viajar para Florianópolis, palco do duelo contra o Avaí, que empatou por 1 a 1 com o Bahia no último domingo, em Salvador, e subiu para a 17ª posição do Brasileiro, encabeçando a zona de rebaixamento, com 13 pontos.