Geral

Assista à delação da JBS

Joesley Batista e Ricardo Saud, executivos do Grupo, prestaram depoimentos à Procuradoria-Geral da República. No depoimento, Joesley disse que pagava uma mesada para manter Lucio Funaro e Eduardo Cunha “calmos”. Joesley disse ainda que, em seu encontro com o presidente Michel Temer, o presidente teria comentado que “o Eduardo quer que eu o ajude no Supremo. Posso ajudar com um ou dois. Com 11 não dá.”

Joesley comenta ainda sobre os pedidos de dinheiro vindos de Aécio Neves.  “Cheguei a falar com um amigo dele, para pedir que o Aécio parasse de me pedir dinheiro, pois eu estava sob investigação”.

Veja abaixo os vídeos dos depoimentos:

Vídeo 1

Vídeo 2

Vídeo 3