A semana

Para ninguém pôr o nariz onde não é chamado

Para ninguém pôr o nariz onde não é chamado

Vale a seguinte figura de linguagem nesses dias de Copa do Mundo na África do Sul: não é para ninguém pôr o nariz onde não é chamado. Explica- se: como lá o índice de violação de mulheres é muito alto, está sendo vendido um diafragma que em tudo lembra esse tradicional contraceptivo feminino (um anel de látex), mas com um detalhe que faz a diferença: tem pequenos “ganchos” e “dentes” que perfuram o pênis quando em contato com ele, causando grande desconforto. Chama-se RapeX e foi criado pela sulafricana Sonnet Ethlers. Preço: US$ 2.