A semana

Justiça de Minas Gerais condena agressor

O terrorismo e a covardia do bullying (violência psicológica e física que corre solta nas escolas, praticada por alunos mais fortes e velhos contra colegas mais novos e fracos) passaram por cima de pais, professores e diretores que se mostram impotentes. A aula de autoridade que o País estava esperando veio da Justiça de Minas Gerais: um estudante (classe média alta) de sétima série (colégio particular de Belo Horizonte) foi condenado a indenizar em R$ 8 mil uma colega de sala – ele a humilhava com palavras altamente ofensivas e tentou cortar seu cabelo à força. O pai do garoto diz que tudo era brincadeira. Cerca de 70% dos alunos brasileiros admitem que já viram algum colega ser maltratado na escola pelo menos uma vez.