A semana

O silencioso ladrão do Museu de Paris

O silencioso ladrão do Museu de Paris

Cinco obras-primas da pintura foram roubadas na madrugada da quinta-feira 20 do Museu de Arte Moderna de Paris. Entre elas, “Le Pigeon aux Petits Pois”, do pintor espanhol Pablo Picasso, e “La Pastorale”, do francês Henri Matisse. Estão avaliadas em R$ 243 milhões. Especialistas acham que o crime foi encomendado, uma vez que é impossível alguém conseguir vender tais quadros. Câmeras registraram um homem entrando no museu através de uma janela, sem que o alarme disparasse: o sistema estava quebrado. Foram furtadas ainda telas dos artistas franceses Georges Braque e Fernand Léger e do italiano Amedeo Modigliani.