Artes Visuais

Belo Horizonte ganha iniciativa inédita

Não é só São Paulo que ganha espaços inusitados de exibição

Belo Horizonte ganha iniciativa inédita

img.jpg

Não é só São Paulo que ganha espaços inusitados de exibição. Desde julho de 2009, Belo Horizonte conta com a Quina Galeria, que se diferencia com uma assinatura curatorial original, buscando seus artistas expositores em redes sociais, blogs e flickr. “Pinçamos os artistas via comunidades virtuais, atuando nos campos do design gráfico, do grafite, da fotografia e das artes plásticas”, afirmam os sócios da empreitada, Rodrigo Furtini e Ayrton Mendonça, ambos com formação em design. A dupla utiliza amplamente a internet como ferramenta e forma de suporte e, dessa maneira, cria também uma rede de relacionamentos mais aberta com os artistas e o público. Um exemplo da proposta diversificada da galeria foi a exposição “Aglomeradas”, que exibiu uma série de pequenos objetos luminosos feitos com a técnica do pinhole por moradores do Aglomerado da Serra, o maior conjunto de vilas e favelas da região metropolitana de Belo Horizonte. Dentre os artistas que já passaram pela galeria estão a ilustradora americana Tara McPherson, o ilustrador Nestor Jr. e o artista plástico Bruno Veloso.