A semana

Lobão demarca território

O ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, começa esta semana a nomear novos diretores para as estatais do setor. Ele avisa, a quem interessar possa, que não vai consultar a ministra-chefe Dilma Rousseff sobre as nomeações. O PMDB queria todas as diretorias de todas as estatais, mas o presidente Lula acertou com Lobão que só abre cinco vagas. O ministro pediu indicações ao partido. “Mas me mandem nomes que prestem.” Para a presidência da Eletrobrás, há três candidatos; o favorito é Evandro Coura, indicado por José Sarney. O atual presidente (interino) Valter Cardeal, da confiança de Dilma, será mantido como diretor de engenharia. “Não sou maluco de tirar os bons técnicos nesse momento”, explica Lobão. E Astrogildo Quental, cota de Lobão, irá para a diretoria financeira.