A semana

O assassinato do cartunista

O assassinato do cartunista

Na sexta-feira 12, o cartunista Glauco Villas Boas, 53 anos, e seu fi lho Raoni, 25 anos, foram mortos em Osasco (SP). Glauco estava com a mulher e os três fi lhos em casa na hora do crime. Um dos principais suspeitos é Carlos Eduardo Sundfeld Nunes, 24 anos. Segundo relatos feitos à polícia, Nunes era conhecido da família e foi frequentador da Igreja Céu de Maria, do Santo Daime, fundada por Glauco. Ele teria entrado na casa do cartunista bastante agitado e parecia drogado. Com uma arma, obrigava Glauco a ir testemunhar aos seus pais que ele era Jesus. O cartunista tentou acalmá-lo sem sucesso. Levou quatro tiros. O seu fi lho também foi baleado. Glauco fi cou famoso por criar personagens como Geraldão e Geraldinho.