A semana

Doença a bordo

Doença a bordo

Há uma onda recorrente no Brasil. Cruzeiro marítimo tem dois destinos: um está na programação da viagem, o outro é aleatório e fica por conta de vírus e bactérias que infectam passageiros e tripulação, forçando a retenção do navio em algum porto. Não foi diferente com as 2.752 pessoas embarcadas no Vision of the Seas, da empresa Royal Caribbean International: pelo menos 310 delas sentiram o cruzeiro dos sonhos virar pesadelo do intestino, dada a ação dos micro-organismos que se refestelaram na água e na comida servidas. Na sexta-feira 5 o navio atracou na cidade litorânea paulista de Santos, seu destino final, após permanecer mais de 48 horas retido em Búzios (foto) – o tal do destino aleatório.