A semana

Morreu o “Genialf”

Morreu o “Genialf”

Foi quando morou nos EUA que Antonio José da Silva trocou o seu brasileiríssimo nome pelo pseudônimo artístico, mais que americanizado, de Johnny Alf – e foi com ele que esse compositor, pianista e cantor carioca tornou-se um dos mestres de primeira linha da bossa nova. Na quinta-feira 4, aos 80 anos, Johnny Alf morreu de câncer, em São Paulo. Deixa um marcante legado à MPB. Amigo e “conselheiro” musical de Tom Jobim, foi dele que recebeu o apelido de “Genialf ”. Seu hino bossanovista é a música “O que é Amar”. Eram os anos 1950, mas quem, ainda hoje, não cantaria num começo de namoro o verso “Você olhou, você sorriu, me fez gostar”.