A semana

Agressão em Madri

Agressão em Madri

O compositor brasileiro Guinga, reconhecido internacionalmente como um dos melhores violonistas da atualidade, foi agredido por policiais espanhóis no Aeroporto de Barajas, em Madri. Ele teve seu casaco (com carteira, passaporte e dinheiro) furtado na esteira de raio X. Guinga quis registrar queixa, mas os policiais se recusaram a fazê-lo, mandando-o se queixar na embaixada. O compositor se exaltou e gritou (não agrediu ninguém) e levou um soco na boca (perdeu dois dentes).

O Ministério das Relações Exteriores encaminhou pedido de informações ao serviço consular na Espanha. É pouco, ministro Celso Amorim, é muito pouco.