Em Cartaz

A menina e o monstro

Além de tratar da imaginação infantil, filme espanhol "O espírito da colmeia" é uma metáfora sobre a ditadura franquista e o mistério da existência

A menina e o monstro

chamada_dvd.jpg

O universo infantil, com seus medos e fantasias, poucas vezes foi tão bem representado no cinema quanto no filme “O Espírito da Colmeia”, do cineasta espanhol Victor Erice. Passado numa cidadezinha de Castela pouco depois da Guerra Civil Espanhola, o filme centra-se numa menina de seis anos, vivida por Ana Torrent, que fica muito impressionada com a visão do filme “Frankenstein”. Além de tratar da imaginação infantil, a obra é uma metáfora sobre o franquismo e o mistério da existência.