A semana

Novo e polêmico tratamento para epilepsia

Uma nova e controversa técnica para o tratamento de epilepsia está disponível no Brasil. Trata-se de implante de eletrodos profundos no cérebro. Os defensores dizem que tal método apresenta bons resultados em pacientes que não respondem a terapias convencionais. Há setores da medicina que consideram esse procedimento agressivo para uma doença que é controlada com medicamentos.

A doença no Brasil No País, a epilepsia afeta cerca de 2 milhões de pessoas, segundo dados do Ministério da Saúde